Galeria de ImagensDownloadsCalendárioMapa do Site14 visitantes on-line


 Login
   
    
 Lembrar de mim
Esqueceu sua senha?

 MENU
 :: Conselho Fiscal
 :: Conselho Deliberativo
 :: Diretoria Executiva
 :: Mentorados
 :: Depoimentos
 :: Mentores
 :: Documentos
 :: Meditações
 :: Notícias
 :: Missão
 :: Webmail
 :: Principal

 MEMBER AREA

 E-mail

Acesse o e-mail institucional da Fundação


 Meditações

 RENDEI GRAÇAS AO SENHOR!

 

“Rendei graças ao Senhor, porque Ele é bom e a sua misericórdia dura para sempre. O Senhor dá sustento aos que o temem; lembrar-se-á sempre da sua aliança.”

Agradecer a Deus é demonstrar nossa fé e confiança nele. É demonstrar nosso reconhecimento pelas bênçãos que Deus nos dá. Mesmo que muitas vezes passamos por momentos difíceis em nossa vida, agradecemos a Deus, pois Ele é a nossa força e o nosso amparo em todos os momentos. Quero compartilhar com vocês uma história que li esses dias e me chamou muita atenção. Desconheço o autor.

“Conta-se que no interior de um pequeno município, havia um agricultor. Um agricultor que reclamava de tudo e de todos. Para ele, tudo: a lavoura, a colheita, a comida em casa, os filhos; tudo estava ruim, nada estava bom. A comunidade da qual ele dizia fazer parte, havia decidido celebrar um culto de agradecimento a Deus pelas colheitas, pelo trabalho, enfim, por todas as bênçãos que Deus havia derramado até aquele dia. Mas para aquele agricultor, em seu pensamento, não havia razão nenhuma, em ir à igreja e agradecer a Deus.

Enquanto tratava os porcos na manhã daquele domingo, ouvia o sino de sua igreja tocar. E, consigo mesmo pensava:

"Hoje o sino da igreja poderá tocar o dia inteiro que não me levará ao culto. O que vou fazer lá? Vou ouvir o pastor falar sempre a mesma coisa, que devemos demonstrar mais gratidão. Não tenho nada de especial para agradecer a Deus. Ou será que devo agradecer a Deus pela falta de chuva que prejudicou o meu milho? Ou devo agradecer a Deus pelos insetos que danificaram minhas frutas? Ou será que devo agradecer pela peste que matou algumas cabeças de gado?”

Enquanto refletia desta maneira, surge sua pequena filha: de banho tomado e pronta para sair.

“Pai!”, perguntou ela, “Nós não vamos ao culto hoje? Nós temos muito o quê agradecer a Deus. O senhor sempre teve saúde para trabalhar; o galpão ainda está cheio de milho do ano passado; sempre tivemos nosso pão e o leite; sempre pudemos passear com o nosso carro; e eu estou aqui de novo, depois que o médico disse que eu iria morrer. Vamos pai. Vamos ao culto para agradecer por tudo isto."

E o pai se levantou, se arrumou, e junto com a família foram ao culto, muito felizes e agradecidos.

Assim como o agricultor da história será que não temos visto somente as dificuldades e os problemas da vida? Será que nos esquecemos das tantas alegrias e bênçãos que Deus já nos presenteou e continua nos presenteando todos os dias?

Que lição de vida deu a filha pequena ao seu pai na história! Foi preciso que a filha mostrasse ao seu pai tantas coisas boas, tantas bênçãos que Deus havia concedido a ele e a sua família para que ele se desse conta do quanto era necessário ir ao culto e agradecer a Deus por tudo.  E nós? Como estamos em nossa vida de fé?

 

Pa. Vivian Raquel Gehrke


 
 Quer ser voluntário?

Seja um voluntário da Fundação Capacitar.

>>  Leia mais

 Conheça...

 


 Arquivo
 :: Gratidão e Humanidade 
 :: ESTRELA DO MAR 
 :: SALMO 33 
 :: "A GRATIDÃO É A MEMÓRIA DO CORAÇÃO." (Antístenes) 
 :: BONDOSO DEUS - PARTILHA 
 :: O CORAÇÃO PERFEITO 
 :: RELAÇÕES DESCARTÁVEIS 
 :: RENDEI GRAÇAS AO SENHOR! 
 :: VOLUNTARIADO 
 :: A VIDA É UM ESPELHO 
 :: QUANTO CUSTA AGRADECER? 
 :: 1ª Semana 

Fundação Capacitar - Direitos reservados 2011